Quanto será descontado do INSS no salário do trabalhador em 2020?

No primeiro ano do governo Jair Bolsonaro tivemos algumas mudanças que vão impactar no bolso dos brasileiros em 2020. Uma delas refere-se ao desconto do INSS nos salários. As novas regras de aposentadorias e pensões estabelecidas estabelecidas pela reforma da Previdência entraram em vigor no dia 13 de novembro, mas as novas alíquotas de contribuição passarão a valer a partir de 1º de março de 2020.

Saiba quanto vai ser o desconto do INSS no seu salário em 2020
Regime Geral de Previdência Social
De acordo com as novas regras, o desconto do INSS sobre os salários variam de 7,5% a 14%. Atualmente, as alíquotas do INSS variam de 8% para trabalhadores da iniciativa provada.

  • Até um salário mínimo: 7,5%
  • Entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
  • Para valores entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
  • R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%

Portanto, quem ganha menos será beneficiado, enquanto que trabalhadores que ganham até o teto ou acima disso, pagarão bem mais.

Veja algumas simulações de quanto você vai pagar de INSS se trabalha na iniciativa privada, começando pelo salário mínimo:

  • 1.039,00 – Contribuição atual R$ 83,12 – Nova Contribuição R$ 77,93 – Diferença -R$ 5,19
  • 1.500,00 – Contribuição atual R$ 120,00 – Nova Contribuição R$ 120,03 – Diferença R$ 0,03
  • 2.000,00 – Contribuição atual R$ 180,00 – Nova Contribuição R$ 165,03 – Diferença -R$ 14,97
  • 3.000,00 – Contribuição atual R$ 330,00 – Nova Contribuição R$ 285,03 – Diferença -R$ 44,97
  • 4.000,00 – Contribuição atual R$ 440,00 – Nova Contribuição R$ 425,03 – Diferença -R$ 14,97
  • 5.839,45 – Contribuição atual R$ 642,34 – Nova Contribuição R$ 682,55 – Diferença R$ 40,21

Servidores públicos federais no RPPS da União
No serviço público, cuja alíquota é de atualmente 11%, passa a variar entre 7,5% a até 22% acima do teto constitucional.

  • Até um salário mínimo: 7,5%
  • Para valores entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
  • Entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
  • R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%
  • Entre o teto do RGPS e R$ 10 mil: 14,5%
  • R$ 10 mil e R$ 20 mil: 16,5%
  • R$ 20 mil e o teto constitucional: 19%
  • Acima do teto constitucional: 22%

Conteúdo original Seu crédito digital | 02/01/2020.

Cotações e Índices

Moedas - 27/03/2020 15:52:48
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,021
  • 5,023
  • Paralelo
  • 4,370
  • 5,100
  • Turismo
  • 5,000
  • 5,300
  • Euro
  • 5,537
  • 5,541
  • Iene
  • 0,046
  • 0,046
  • Franco
  • 5,212
  • 5,216
  • Libra
  • 6,094
  • 6,097
  • Ouro
  • 261,110
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Saiba mais ...

Agendas Tributárias

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).

Saiba mais ...

Avenida Silvio Avidos, 1104 - Sala 103 - São Silvano - Colatina ES   |   CEP: 29703-132
27. 3721 3268   |   pedro@gramacon.com.br
Desenvolvido pela TBrWeb
( XHTML / CSS )