Deixar o Facebook por um mês aumenta a felicidade, aponta pesquisa

Deixar o Facebook de lado por um tempo pode ser benéfico? Sim e você provavelmente já leu a respeito disso aqui mesmo no TecMundo. Acontece que um estudo realizado por pesquisadores das Universidades de Nova York e Stanford, ambas nos Estados Unidos, dão um pouco mais de substância a essa análise.

O estudo “The Welfare Effects of Social Media” (Os Efeitos de Bem-Estar das Mídias Sociais, em tradução livre), publicado no fim de janeiro, reuniu 2.488 pessoas que usavam o Facebook em média durante uma hora todo santo dia, dividindo toda essa gente em um grupo que abandonou e outro que continuou usando a rede.

Cada participante reportava as suas próprias sensações e variações de humor durante o mês de estudo, indicando níveis de felicidade e solidão, por exemplo, ou mesmo qual sentimento foi predominante nos últimos 10 minutos.

Quem deixou o Facebook
Após o mês de monitoramento, os cientistas concluíram que se afastar do Facebook causa uma espécie de “efeito dominó”, com os usuários deixando um pouco de lado também outras redes sociais.

Essas pessoas investiram mais tempo em atividades desconectadas, digamos assim, como encontrar com amigos e familiares ou ver televisão, e passaram a acompanhar menos notícias. Além disso, elas se sentiram melhores em termos emocionais, aumentando a sua percepção de felicidade e satisfação e diminuindo níveis de ansiedade e depressão.

Terminado o período de estudo, essas pessoas voltaram a usar a rede social, mas passaram a gastar menos tempo com isso — em média 23% menos —, sugerindo uma nova visão sobre o hábito de uso intenso com a plataforma.

Ressalvas
Durante o estudo, os participantes continuaram tendo acesso ao Messenger, o mensageiro do Facebook, apesar de isso não ter sido citado em nenhum momento como possível interferência na avaliação.

Além disso, como destaca o TechCrunch, a pesquisa foi conduzida pelos economistas Hunt Allcott, Luca Braghieri, Sarah Eichmeyer, e Matthew Gentzkow durante o período eleitoral dos Estados Unidos em 2016, o que também pode ter contribuído para  intensificar os efeitos da tranquilidade de se manter distante das redes sociais.

Fonte: Tecmundo | 01/02/2019

Cotações e Índices

Moedas - 30/03/2020 08:51:23
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,101
  • 5,101
  • Paralelo
  • 4,370
  • 5,100
  • Turismo
  • 4,900
  • 5,310
  • Euro
  • 5,639
  • 5,640
  • Iene
  • 0,047
  • 0,047
  • Franco
  • 5,331
  • 5,334
  • Libra
  • 6,342
  • 6,344
  • Ouro
  • 266,430
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Saiba mais ...

Agendas Tributárias

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).

Saiba mais ...

Avenida Silvio Avidos, 1104 - Sala 103 - São Silvano - Colatina ES   |   CEP: 29703-132
27. 3721 3268   |   pedro@gramacon.com.br
Desenvolvido pela TBrWeb
( XHTML / CSS )