Comportamento inadequado é principal obstáculo para contratar jovens, dizem recrutadores

Pesquisa da Catho revela que o maior entrave na contratação de jovens é o comportamento inadequado deles (48%), que supera a falta de qualificação (25%) e de experiência (16%). Foram ouvidos 218 recrutadores pelo país.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego entre os jovens é superior ao dobro da taxa geral.

Veja as maiores dificuldades apontadas na contratação de jovens:

  • Comportamento: 48%
  • Falta de qualificação profissional: 25%
  • Falta de experiência profissional: 16%
  • Economia do país: 7%
  • Ausência de conhecimento de um segundo idioma: 3%

"Na hora da contratação, os recrutadores observam atentamente o comportamento dos candidatos. No caso dos jovens, a escolha pode ser ainda mais criteriosa, levando em consideração as ações durante a entrevista mas, também, a postura deles em redes sociais, por exemplo", afirma o diretor de gente e gestão da Catho, Murilo Cavellucci.

A qualificação também é um ponto considerado. E para resolver a baixa capacitação desses jovens, mais de 70% das organizações afirmaram investir em graduação, pós-graduação/MBA, cursos técnicos e de idiomas para os profissionais.

"Muitas companhias hoje investem na qualificação profissional de seus funcionários. No caso dos jovens, sobretudo os que estão no começo da carreira, essa iniciativa pode ser determinante para o futuro profissional deles", completa Murilo.

Cursos oferecidos pelas empresas para capacitar colaboradores:

  • Cursos na área: 43%
  • Graduação: 9%
  • Curso técnico: 6%
  • Curso de idiomas: 6%
  • Pós-graduação/MBA: 2%
  • Outros: 34%

Desafios apontados pelos jovens
A pesquisa ouviu ainda 1.496 mil jovens de até 25 anos para saber quais os principais desafios na busca por emprego. A falta de oportunidades foi apontada por 75% dos pesquisados, e de experiência, por 47%. Veja os resultados:

  • Falta de oportunidades: 75%
  • Falta de experiência profissional: 48%
  • Economia do país: 16%
  • Baixa qualificação profissional: 14%
  • Não ter um segundo idioma: 12%
  • Substituição de mão de obra por tecnologia: 3%
  • Comportamento: 1%
  • Outros: 7%

Fonte: g1.globo | 10/10/2018

Cotações e Índices

Moedas - 30/03/2020 16:34:15
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,165
  • 5,165
  • Paralelo
  • 4,370
  • 5,100
  • Turismo
  • 4,860
  • 5,270
  • Euro
  • 5,619
  • 5,623
  • Iene
  • 0,047
  • 0,047
  • Franco
  • 5,306
  • 5,310
  • Libra
  • 6,300
  • 6,306
  • Ouro
  • 268,540
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Saiba mais ...

Agendas Tributárias

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).

Saiba mais ...

Avenida Silvio Avidos, 1104 - Sala 103 - São Silvano - Colatina ES   |   CEP: 29703-132
27. 3721 3268   |   pedro@gramacon.com.br
Desenvolvido pela TBrWeb
( XHTML / CSS )