Taxas do Tesouro Direto disparam com incerteza eleitoral. Confira novos valores


O Tesouro Direto, programa do governo federal de compra e venda de títulos públicos, voltou a operar nesta quarta-feira (22). Pela manhã, as taxas de rentabilidade dispararam, mas por conta da volatilidade nas taxas de juros, o programa foi suspenso. 

O Tesouro IPCA+ com vencimento em 2024 (antiga NTN-B Principal), por exemplo, paga o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) mais 5,66% ao ano, contra 5,74% a.a. às 9h40min e 5,50% a.a. na tarde da última terça-feira (21). O investidor pode adquirir o título integralmente por R$ 2.258,82 ou parcialmente pelo valor mínimo de R$ 45,17. 

Comportamento dos DIs

Na última terça-feira (21), as taxas intermediárias e de juros longos do DI dispararam junto com o dólar, com o mercado reprecificando cenários políticos depois das últimas pesquisas eleitorais mostrarem falta de tração de Geraldo Alckmin (PSDB) e possibilidade de um segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Esse movimento de alta dos contratos de juros futuros provocou a suspensão do programa às 15h40, que voltou a operar às 17h08.

Um pouco depois da retomada das operações do Tesouro Direto, às17h40, o DI com vencimento em janeiro de 2019 subia 12 pontos, a 6,815%, o com vencimento em janeiro de 2021 avançava 33 pontos (a 9,7%) e o DI com vencimento em janeiro de 2023 decolava 37 pontos, a 11,36%.  

Investidor agora pode agendar operações

O Tesouro Direto agora permite que o investidor agende e resgate investimentos quando as operações da plataforma estiverem suspensas, o que acontece quando há grande volatilidade nos mercados.

Nesses casos, a plataforma é suspensa para garantir que as transações sejam  alinhadas às taxas praticadas no mercado secundário. Uma vez restabelecida a normalidade, o TD retoma as operações. 

Com a mudança, os investimentos e resgates solicitados durante a suspensão do programa serão efetivados na reabertura do mercado, com base nos novos preços e taxas divulgadas pelo Tesouro, mas sem exceder o valor em reais apresentado no ato de agendamento. 

Fonte: InfoMoney | 23/08/2018
 

Cotações e Índices

Moedas - 31/03/2020 14:51:13
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,193
  • 5,195
  • Paralelo
  • 4,430
  • 5,190
  • Turismo
  • 5,170
  • 5,480
  • Euro
  • 5,693
  • 5,697
  • Iene
  • 0,048
  • 0,048
  • Franco
  • 5,385
  • 5,393
  • Libra
  • 6,454
  • 6,460
  • Ouro
  • 268,540
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Saiba mais ...

Agendas Tributárias

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).

Saiba mais ...

Avenida Silvio Avidos, 1104 - Sala 103 - São Silvano - Colatina ES   |   CEP: 29703-132
27. 3721 3268   |   pedro@gramacon.com.br
Desenvolvido pela TBrWeb
( XHTML / CSS )