Ciberataque atinge mais de 200 entidades na Rússia e Ucrânia

Um ciberataque atingiu os sistemas do aeroporto internacional de Odessa e do metrô de Kiev, na Ucrânia, além de meios de comunicação da Rússia e mais de outras 200 entidades. Turquia e Alemanha também foram afetadas em menor escala.

As informações são da empresa de segurança digital Kaspersky, que diz que as invasões começaram na manhã de terça-feira (24). Assista ao vídeo acima.
O responsável pelo ataque é o vírus BadRabbit. De acordo com a Kaspersky, as vítimas abriram manualmente o arquivo malicioso, que se apresenta como um programa de atualização do Adobe Flash – que será descontinuado a partir de 2020 justamente por conta das ameaças digitais.

Pesquisadores de segurança dizem que o BadRabbit é uma ameaça do tipo ransomware, ou vírus de resgate, que sequestra os dados dos usuários e só os libera mediante pagamento em moedas virtuais.

No caso específico do BadRabbit, a ameaça bloqueia não só os arquivos, como todo o computador da vítima. O valor de resgate solicitado pelo BadRabbit em Bitcoin é de 0,05 BTC, o que atualmente equivale a cerca de R$ 900.

Quem foi afetado

O metrô de Kiev, atingido pelo vírus de resgate Petya em junho, indicou que temporariamente não estava aceitando pagamento com cartões, mas que os trens operavam normalmente.

Uma porta-voz do aeroporto de Odessa disse que alguns voos foram adiados porque os funcionários tiveram que processar os dados dos passageiros manualmente.

A polícia cibernética e o ministério da Infraestrutura da Ucrânia disseram que os ataques de terça não parecem ser em massa. O Banco Central afirmou que o sistema bancário funcionava normalmente. O chefe da polícia cibernética disse à agência Reuters que o país foi "pouco afetado".

Vários meios de comunicação da Rússia também foram afetados, entre eles a Interfax, uma das maiores agências de notícias do país, cujo site estava inacessível nesta quarta.

"Conseguimos restabelecer parcialmente nossas capacidades. Infelizmente, todos os nossos sistemas não funcionam", indicou a Interfax.

Histórico

No final de junho, um ciberataque provocado pelo ransomware Petya na Rússia e na Ucrânia se espalhou e afetou milhares de computadores no mundo.
Em maio, o também ransomware WannaCry afetou milhares de computadores no mundo, paralisando os serviços de saúde britânicos e fábricas da montadora francesa Renault. Seus autores pediam um resgate em Bitcoin para desbloquear os aparelhos.

Fonte: g1.globo

Cotações e Índices

Moedas - 03/04/2020 16:13:48
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,294
  • 5,296
  • Paralelo
  • 4,470
  • 5,320
  • Turismo
  • 5,270
  • 5,580
  • Euro
  • 5,713
  • 5,716
  • Iene
  • 0,049
  • 0,049
  • Franco
  • 5,413
  • 5,417
  • Libra
  • 6,485
  • 6,491
  • Ouro
  • 272,060
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Saiba mais ...

Agendas Tributárias

  • 09/Abril/2020 – 5ª Feira.
  • ICMS | Substituição tributária.

Saiba mais ...

Avenida Silvio Avidos, 1104 - Sala 103 - São Silvano - Colatina ES   |   CEP: 29703-132
27. 3721 3268   |   pedro@gramacon.com.br
Desenvolvido pela TBrWeb
( XHTML / CSS )