Sebrae dará consultoria gratuita sobre crédito para pequenos negócios

O serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) começa a oferecer nesta quinta-feira (16) um serviço de consultoria sobre crédito para pequenos empresários. A consultoria será prestada por bancários aposentados que vão avaliar a capacidade de endividamento dos negócios e orientar os empresários na contratação de financiamentos.

O projeto foi batizado de Senhor Orientador e foi criado em parceria com o Banco do Brasil. Segundo o Sebrae, os empresários interessados em entrar em contato com os orientadores de crédito podem procurar o Sebrae.

Gratuito, o atendimento será presencial e terá duração de até quatro horas, cada. Segundo o Sebrae, a previsão é que 36 mil micro e pequenas empresas sejam atendidas por meio do projeto até o final deste ano.

Os bancários aposentados receberão R$ 453 por empresa que orientarem.

O Senhor Orientador é uma etapa do programa "Empreender Mais Simples: Menos Burocracia, Mais Crédito”, do Sebrae e do Banco do Brasil, anunciado em janeiro para reduzir a burocracia enfrentada por empreendedores e orientá-los na busca de verbas para expandir o negócio.

O programa “Empreender Mais Simples” prevê também a liberação de R$ 8,2 milhões em financiamentos para os próximos dois anos e o investimento de R$ 200 milhões na melhoria de dez sistemas informatizados para auxiliar na gestão de empresas.

Micro e pequenas empresas no Brasil

De acordo com dados do Sebrae, o país tem hoje 11,5 milhões de micro e pequenas empresas, o que representa 98,5% de todas as empresas brasileiras. Ao todo, elas são responsáveis por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e por 41% da massa salarial. Metade dos pequenos negócios estão na região Sudeste.

Segundo o Sebrae, apesar do crescimento de pequenas e microempresas no país, 83% dos donos desses empreendimentos não procuraram crédito no ano passado. Já 19% dos que procuraram um banco para um empréstimo em algum momento tiveram o pedido negado. Estudo da entidade também indica que a inadimplência aumentou de 3,4% em 2012 para 8% em 2016.

Fonte: g1.globo.com

Cotações e Índices

Moedas - 31/03/2020 16:34:42
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,193
  • 5,195
  • Paralelo
  • 4,430
  • 5,190
  • Turismo
  • 5,170
  • 5,480
  • Euro
  • 5,693
  • 5,697
  • Iene
  • 0,048
  • 0,048
  • Franco
  • 5,385
  • 5,393
  • Libra
  • 6,454
  • 6,460
  • Ouro
  • 268,540
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Saiba mais ...

Agendas Tributárias

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).

Saiba mais ...

Avenida Silvio Avidos, 1104 - Sala 103 - São Silvano - Colatina ES   |   CEP: 29703-132
27. 3721 3268   |   pedro@gramacon.com.br
Desenvolvido pela TBrWeb
( XHTML / CSS )